Segunda-feira, 24 de Setembro de 2012

     "Para um republicano, o indivíduo é à partida identificado com o cidadão-membro da comunidade e só existe enquanto parte integrante desse Todo e enquanto alguém que naturalmente se junta aos outros na busca do bem comum. A dimensão comunitária é constitutiva da própria identidade individual. Não há, por isso, verdadeira República nem verdadeira moral republicana que não enfatize uma concepção de cidadania fortemente participativa, sem que tal seja visto como uma ameaça às liberdades individuais(...) Como igualmente não pode haver República sem uma forte noção da importância do Estado como promotor do interesse público(...) A concepção republicana do Estado e dos seus poderes não contraria apenas a concepção liberal. Entra também em choque com a lógica maquiavélica do poder pelo poder. Porque o poder republicano é sempre entendido como um serviço público, ou seja, como um poder que serve outros fins que não o da simples conservação do seu exercício."

 

Ao cuidado do nosso Governo.

 

* "A República ontem e hoje", III Curso Livre de História Contemporânea, Fundação Mário Soares e Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa, coordenação científica de António Reis.



publicado por Rui Moreira às 22:37 | link do post | comentar

1 comentário:
De Ricardo Santos a 25 de Setembro de 2012 às 14:31
Pergunta retórica:

"O respeito pelas Instituições Republicanas" não obriga a que se escreva algo mais objectivo?

Os meus cumprimentos,

Ricardo C Santos


Comentar post

Catarina Castanheira

Fábio Serranito

Frederico Aleixo

Frederico Bessa Cardoso

Gabriel Carvalho

Gonçalo Clemente Silva

João Moreira de Campos

Pedro Silveira

Rui Moreira

posts recentes

Entre 'o tudo e o nada' n...

Le Portugal a vol d'oisea...

Recentrar (e simplificar)...

Ser ou não ser legítimo, ...

O PS não deve aliar-se à ...

(Pelo menos) cinco (irrit...

Neon-liberais de pacotilh...

Piketty dá-nos em que pen...

Ideias de certa forma sub...

Ideias de certa forma sub...

arquivos

Janeiro 2016

Outubro 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012