Terça-feira, 25 de Setembro de 2012

     Os governos representativos das forças da finança mundial começam a temer o ar que se respira na rua. Entre 15 de Setembro e hoje, dia 25, mobilizaram-se milhões de cidadãos em toda a Península Ibérica no combate às medidas impostas que, nos diferentes países, têm na sua base o mesmo predicado: o endividamento público. A incompreensão da origem da dívida legitima a acção reaccionária dos cidadãos perante os esforços que a todos são exigidos. Porque não explicam os governos qual a origem da nossa dívida? No final do processo, teremos pago mais impostos para descapitalizar os Estados? Teremos pago mais impostos para menos serviços públicos de saúde e educação? As soluções de regulação encontradas serão adoptadas depois de tudo se privatizar? Ao que parece, sim! Estamos perante o climax das políticas de alienação e esvaziamento quer das estruturas dos estados, quer do poder de autodeterminação de quem deles necessita. É urgente uma auditoria à nossa dívida.

     * Fotografia de Ana Mendes, Manifestação "Que se lixe a Troika, queremos as nossas vidas", 15 de Setembro, Porto.


publicado por Rui Moreira às 20:44 | link do post | comentar

1 comentário:
De D. Dinis a 13 de Novembro de 2012 às 02:28
1- A dívida é fácil de explicar: ao longo de anos, o Governo tem sido dirigido por Vampiros, que sugam o País. lapidaram o ouro, agora lapidam o povo lançando-lhe dívidas! Como?? Fácil! As negociatas levadas a cabo por um bando de políticos corruptos em parceria com as grandes empresas...e nem vale a pena adiantar mais palavras, que o tema enjoa.
2 - Créditos, créditos meus amigos. Quando os portugueses pediram dinheiro para fazer uma vida além das suas possibilidades e como não havia poupança suficiente, os bancos pediram emprestado (eis parte da dívida do País)
3 - Governo, de novo comandado por ineptos. Têm divida, há que a pagar, como não têm dinheiro, pedem resgates (empréstimos) para pagar dívida. Resultado?! Mais divida!!
4 - Assim se explica a dívida. 1º Vampiros no governo, 2º crédito para dinamizar a economia, 3º ineptos no governo = 4º declínio económico. A equação é fácil...


Comentar post

Catarina Castanheira

Fábio Serranito

Frederico Aleixo

Frederico Bessa Cardoso

Gabriel Carvalho

Gonçalo Clemente Silva

João Moreira de Campos

Pedro Silveira

Rui Moreira

posts recentes

Entre 'o tudo e o nada' n...

Le Portugal a vol d'oisea...

Recentrar (e simplificar)...

Ser ou não ser legítimo, ...

O PS não deve aliar-se à ...

(Pelo menos) cinco (irrit...

Neon-liberais de pacotilh...

Piketty dá-nos em que pen...

Ideias de certa forma sub...

Ideias de certa forma sub...

arquivos

Janeiro 2016

Outubro 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012