Sexta-feira, 28 de Junho de 2013

A História ensina-nos muitas coisas e uma delas é que ela nunca se repete. Por estes dias muitos vencidos de 1975 saltaram para a arena política. Aparte os comunistas, que nunca a abandonaram verdadeiramente, estes sectores de esquerda radical vêm recauchutados e podem, na verdade, trazer um interessante (e importante) debate acerca das grandes opções da nossa polis. Não é necessário ler Gramsci para perceber que isto terá necessariamente impacto na formatação do pensamento individual e da discussão coletiva.  

 

Mas até estes sectores de pensamento e/ou de ação perceberam que, tal como o mundo, a exigência propositiva das pessoas mudou e que o radicalismo em (verdadeira) Democracia exige outro tipo de abordagem. Possivelmente deriva daí a dificuldade em articular esse tipo de abordagem, corporizada por enquanto apenas por um punhado de intelectuais.

 

A esquerda progressista encontra-se hoje numa encruzilhada. Mas esta encruzilhada não assenta na escolha entre opções definidas e estruturadas. Assenta entre a escolha da construção de uma nova opção e a continuação da lenta agonia ideológica a que nos submetemos. Este situacionismo militante de muitos “socialistas” não nos trouxe até aqui mas deixou-nos sem armas na mão quando mais necessitávamos delas. Seria, no entanto, um erro trágico apanhar a primeira arma que nos caia no colo. Em suma, pessoalmente estou disposto a ir para a luta… mas não com uma Kalashnikov. 

 

 

Francesco Lojacono - Country Road



publicado por Pedro Silveira às 17:16 | link do post | comentar

Catarina Castanheira

Fábio Serranito

Frederico Aleixo

Frederico Bessa Cardoso

Gabriel Carvalho

Gonçalo Clemente Silva

João Moreira de Campos

Pedro Silveira

Rui Moreira

posts recentes

Entre 'o tudo e o nada' n...

Le Portugal a vol d'oisea...

Recentrar (e simplificar)...

Ser ou não ser legítimo, ...

O PS não deve aliar-se à ...

(Pelo menos) cinco (irrit...

Neon-liberais de pacotilh...

Piketty dá-nos em que pen...

Ideias de certa forma sub...

Ideias de certa forma sub...

arquivos

Janeiro 2016

Outubro 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012