Sexta-feira, 5 de Julho de 2013

Eleições?! É uma coisa muito complicada. É preciso escolher e tudo! Alguns até dizem que pode demorar até oito meses, todo o processo.

 

E a ansiedade?! Não saber quem ganha, e por quanto, e quem perde. É muita incerteza, dizem.

 

E os custos?! Uma loucura! Muito dinheiro para imprimir listagens com nomes de pessoas que têm que votar, e outras folhas onde essas pessoas que têm que votar fazem cruzes.

 

Tudo muito complicado. Melhor seria escolher um só, ou alguém auto-nomear-se, e ficar a dirigir vitaliciamente ou até cair da cadeira, para não se perder aquele tempo todo, não gostar dinheiro e não criar incertezas e ansiedade, em boas pessoas e sobretudo nos mercados.

 

Essa pessoa nomeava meia dúzia, que geriam áreas necessitadas de gestão, assim como numa empresa, e depois as pessoas que antes votavam, passavam a trabalhar em máquinas, tal como máquinas.

 



publicado por Gabriel Carvalho às 22:09 | link do post | comentar

Catarina Castanheira

Fábio Serranito

Frederico Aleixo

Frederico Bessa Cardoso

Gabriel Carvalho

Gonçalo Clemente Silva

João Moreira de Campos

Pedro Silveira

Rui Moreira

posts recentes

Entre 'o tudo e o nada' n...

Le Portugal a vol d'oisea...

Recentrar (e simplificar)...

Ser ou não ser legítimo, ...

O PS não deve aliar-se à ...

(Pelo menos) cinco (irrit...

Neon-liberais de pacotilh...

Piketty dá-nos em que pen...

Ideias de certa forma sub...

Ideias de certa forma sub...

arquivos

Janeiro 2016

Outubro 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012