Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2012

Quando Relvas pediu em jogos de espiões escutas, eu calei-me,

Porque, afinal, não sabia do assunto que parecia conspiração.

Quando Relvas quis vender a RTP, eu calei-me,

Porque, afinal, até queria uma televisão eficiente.

Quando a venda da televisão por antecipação já estava fechada,

Para o compadrio e a imprensa da ditadura angolana, eu não protestei,

Porque, afinal, o seu dono não interessava.

Quando sanearam um jornalista, eu não protestei,

Porque, afinal, a justificação até estava explicada.

Quando levaram o último jornalista,

Não havia mais quem denunciasse.

 



publicado por Gabriel Carvalho às 19:38 | link do post | comentar

2 comentários:
De Voz da consciência a 14 de Dezembro de 2012 às 21:13
Eu sou completamente contra o que se passa/passou na RTP e este ser de nome Relvas é a do mais asqueroso e mau carácter que se pode encontrar.

Mas convém referir todos os saneamentos politicos dos últimos tempos, sem esquecer o daquela senhora de Boca grande que agora não me lembro o nome.... Bem como a tentativa (consumada) de controlar um canal privado

Voz da consciência


De Gabriel Carvalho a 17 de Dezembro de 2012 às 02:26
Cara Voz da Consciência,

De facto, não foi o primeiro saneamento político que existiu na história, sequer na história portuguesa, nem a sua dimensão deverá ser diminuída se no futuro existir outra.

Porém na minha voz tão consciente quanto possível, e se compreendi ao que se refere, a Boca, demonstrou total desconhecimento do papel do jornalista ou do código de ética e conduta da sua tão nobre e necessária profissão, e claramente agia demonstrava agir sob interesses pessoais, se não outros menos legítimos e obscuros.

Estou certo, existirão melhores exemplos desses saneamentos.


Comentar post

Catarina Castanheira

Fábio Serranito

Frederico Aleixo

Frederico Bessa Cardoso

Gabriel Carvalho

Gonçalo Clemente Silva

João Moreira de Campos

Pedro Silveira

Rui Moreira

posts recentes

Entre 'o tudo e o nada' n...

Le Portugal a vol d'oisea...

Recentrar (e simplificar)...

Ser ou não ser legítimo, ...

O PS não deve aliar-se à ...

(Pelo menos) cinco (irrit...

Neon-liberais de pacotilh...

Piketty dá-nos em que pen...

Ideias de certa forma sub...

Ideias de certa forma sub...

arquivos

Janeiro 2016

Outubro 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012